logo psicologias online
logo psicologias online

5. Confira a grade curricular e especializações possíveis

  • Quero empreender ou ter a estabilidade de um emprego?

  • Quero mais tempo livre ou prefiro uma rotina de trabalho?

  • Onde pretendo morar?

  • Pretendo me casar ou ter filhos?

  • Pretendo viajar muito?

Levando todas estas questões em consideração nós devemos buscar um equilíbrio e não uma profissão que nos dê tudo o que queremos. Afinal, talvez ela nem exista. 
limpe sua bagagem de mão
Você pode consultar órgãos profissionais para conferir muitas informações sobre a profissão, mercado e sobre os profissionais. Salários, piso salarial e dados demográficos são algumas informações que podem te ajudar a conhecer e escolher sua profissão. 
É preciso conferir a grade curricular e possíveis especializações do curso para perceber se há um sentimento de identificação ou não com a profissão e estudo. Mesmo se a prática for diferente do curso devemos compreender que não estão desvinculados. A parte teórica acompanha a parte prática. Portanto, devemos perceber identificações com as duas.  
Considere todas as possibilidades, pesquise, esteja interessado. Mas não se influencie por alguma profissão da moda ou opinião de terceiros.

Considere suas habilidades pessoais, interesses, a maneira como deseja viver no futuro e o mercado de trabalho para tomar uma decisão acertada. 
Imaginar que tipo de futuro quer é muito importante para decidir sua profissão. Muitas vezes nos baseamos apenas no que é valorizado e nos esquecemos do mais importante: o que de fato queremos. Compreender o que queremos do nosso futuro é difícil por que em geral não somos levados a refletir sobre o nosso futuro. Em geral, nos colocam um futuro ideal já pronto. E aceitamos.

Mas não precisa ser assim. Podemos refletir e realmente tomar uma decisão baseada no nosso desejo. Mas devemos também lembrar que o mundo não é perfeito. E teremos que abrir mão de algumas coisas por outras.

Por exemplo, se você valoriza mais a parte financeira que o tempo livre talvez precise decidir-se por uma profissão que te dê maior retorno financeiro.

O ideal é que sempre pensemos em todas as questões: gostos pessoais e vida financeira para que encontremos um equilíbrio e tomemos uma decisão mais acertada. Algumas perguntas listadas abaixo podem te ajudar neste processo de descoberta do futuro. 
mulher de óculos

Oito dicas para escolher sua profissão

Todas estas dicas podem te auxiliar a fazer uma escolha melhor. Porém, muitas vezes só isso não basta. O momento de escolha é muito turbulento, cheio de estresse, ansiedade e dúvidas. Alguns casos merecem a atenção e o cuidado de uma orientação profissional. Buscando, desta forma, garantir a satisfação no futuro de uma escolha bem feita. 
Sobre a autora: Maria Cristina Lopes é psicóloga e ajuda pessoas a ter uma vida mais plena. Se formou pela PUC-Rio, mestranda em psicologia pela Universidade de Coimbra, com atualizações em terapia cognitivo-comportamental, neurociências, orientação profissional, psicologia do esporte e psicologia escolar.

Sobre o psicologias online: somos uma plataforma que conecta pessoas a psicólogos almejando uma vida plena. Buscamos soluções psicológicas online para nossos clientes: uma visão atual e fácil para você atingir um desenvolvimento pessoal. 
como melhorar sua produtividade no trabalho
pessoas segurando cartazes em formato de balão de conversa
atendimento psicológico online
Quando escolhemos uma profissão deixamos de escolher outras várias com as quais também nos identificamos. Devemos elaborar este luto para conseguirmos prosseguir de forma saudável com o curso e a profissão escolhidos. 
Escolher uma profissão não é algo simples. É uma decisão – espera-se – para a vida. Investir em um processo de orientação profissional pode evitar desistências durante os cursos de graduação ou futura insatisfação profissional.  Uma vida plena é uma vida com mais positividade e significado também é uma vida profissional satisfatória. E é algo que devemos almejar se buscamos uma vida boa de ser vivida.
  • Você já sentiu-se despreparado para escolher sua profissão?

  • Já pensou que gostaria de fazer vários cursos?

  • Você já se sentiu perdido em relação a futuro profissional, salários e questões burocáticas?

  • Já sentiu-se perdido para escolher sua profissão? 


Se você respondeu sim para algumas destas perguntas fique calmo: você não é o único. É possível fazer uma boa escolha mesmo diante de tantos pensamentos e emoções conflituosas.


Me acompanhe durante este texto para conferir 8 dicas para escolher sua profissão.

Todos nós temos habilidades. Algumas não são valorizadas no período da escola. Mas pode ser usado para o seu benefício no futuro profissional. Você deve ter algum autoconhecimento para conseguir perceber essas habilidades e valores pessoais. Para isso pode se fazer algumas perguntas listadas abaixo. Confira:

O que gosto mais de estudar? Isso não é o que vai definir sua profissão (como em muitas vezes é), mas pode te ajudar a entender sobre o que gosta.

Que habilidades pessoais posso usar a meu favor no trabalho? Existem habilidades pessoais que não são tão exploradas na escola, mas que podem ajudá-lo em muitas profissões, como habilidades interpessoais, consciência corporal, oratória, resiliência (capacidade de lidar com situações difíceis e voltar ao seu estado interno original), etc. Considere o que outras pessoas acham que você faz bem.

O que valorizo na minha vida? Saber seus valores pessoais também pode ajudar muito. Se você valoriza a justiça considere o direito. Se gostar de ajudar outras pessoas considere o serviço social ou a medicina. Se prezar pela verdade confira áreas da ciência ou a filosofia.

((Leia também Como melhorar sua produtividade no trabalho)) 

6. Não se deixar influenciar por opiniões alheias

Considerações finais

8. Fazer um processo de orientação profissional com um psicólogo

7. Elaborar o luto 

oito passos para viver uma vida com mais significado

3. Consultar os órgãos profissionais

4. Converse com profissionais da área

mão escrevendo em caderno
Vamos a primeira dica:

1. Vislumbrar um futuro

Maria Cristina Lopes
e-book escolha sua vida
O profissional que está inserido no mercado vai conseguir te passar a realidade dele. O ideal é que converse com alguns profissionais para ver várias experiências e percepções diferentes.

Assim, você compreenderá o que esperar do curso e da profissão. E poderá de forma mais objetiva compreender se aquilo é o que você quer e se as partes negativas da profissão são suportáveis. 

Converse com vários profissionais de diversas áreas. Uma maneira mais fácil de conseguir fazer isso é por e-mail. Procure pais de amigos e pergunte se pode enviar um e-mail com algumas perguntas para responderem. É uma forma simples e que trará mais respostas positivas.

((Leia também Limpe sua bagagem de mão))

2. Reconhecer suas habilidades

escultura de ponto de interrogação
Escolher uma profissão não é uma tarefa fácil. Precisamos estar preparados psicologicamente para tomar esta decisão importante. 

Uma escolha acertada é aquela que está na interseção de várias questões: habilidades, valores pessoais, retorno financeiro, gosto pessoal, etc. Muitas vezes precisamos abrir mão de alguma coisa. Mas uma escolha acertada é compreender do que está se abrindo mão e aceitar isso.

Escolher uma profissão é saber refletir sobre si mesmo, sobre a vida, sobre o futuro, sobre vida financeira, sobre vida familiar futura, etc. Refletir não é algo com o qual estamos acostumados.

Por isso, em geral é necessário outra pessoa para auxiliar nesse processo. O psicólogo é o profissional ideal para auxiliar na busca profissional. Ele ajudará a refletir e a decidir sobre uma profissão. 

((Leia também Oito passos para viver uma vida com mais significado))