logo psicologias online
logo psicologias online
atendimento psicológico online
transtorno do pânico
Maria Cristina Lopes | Psicóloga CRP5/47829
Mestranda pela Universidade de Coimbra e criadora do Psicologias Online
"Todos podem viver uma vida mais plena!"

Contatos: [email protected] / +5521993053432
O que é o transtorno de ansiedade?

Os transtornos de ansiedade podem ser de diferentes tipos, como especificado no DSM-V. Quando o enfoque é no transtorno em seu modelo mais generalizado, estamos falando de uma pessoa com preocupações excessivas em relação ao cotidiano, e com apreensões constantes em relação ao futuro. É essa a definição colocada no manual dos transtornos estudados.

Como esse é um transtorno generalizado, a pessoa apresenta preocupações extremas ou pânico em relação a uma ampla gama de situações, que podem decorrer de fatores do cotidiano. Para quem está entrando em contato com um portador de ansiedade, a impressão que fica é que tudo causa as chamadas crises de ansiedade.

Essas crises podem ser descritas como sintomas do transtorno, e se caracterizam por um período passageiro de elevada tensão, hiperatividade e sintomas psicossomáticos de forte frequência. Uma crise pode ser desencadeada por diversos fatores, e geralmente acaba em cerca de 15 minutos. O problema é realmente a recorrência de crises, que costuma ser alta.

Transtorno de ansiedade

mulher com roupas de trabalho
transtorno de ansiedade social
Como tratar o transtorno?

O transtorno precisa ser tratado com a combinação entre medicamentos neurológicos e terapia, com preferência pela terapia cognitivo-comportamental. No tratamento com medicamentos, o médico psiquiatra pode receitar antidepressivos e calmantes ansiolíticos.

No tratamento psicológico, o objetivo é reconhecer as situações causadoras de preocupação e medo, e procurar por modos de reação alternativos ao padrão. Ao longo do tempo, o indivíduo poderá lidar com preocupações pequenas na frequência de reação
correta, sem que existam os excessos característicos do transtorno.

É essencial aliar o tratamento a um estilo de vida saudável. Recomenda-se a prática de exercícios físicos. É importante, também, ficar longe de substâncias energéticas e drogas.

O transtorno de ansiedade pode ocorrer de diferentes formas e em diferentes níveis. Para melhorar a qualidade de vida dos portadores dessa condição, as pessoas precisam conhecer sintomas, fatores de risco e, claro, a própria definição do transtorno.


O conteúdo a seguir pode te ajudar. Com nosso guia, você passará a entender tudo sobre o transtorno de ansiedade. Verifique o que separamos para você.

pessoa com as mãos na cabeça em desespero
mulher com a mão no pescoço
curso bem-estar guia para controle de ansiedade
Fatores de risco

A presença de transtornos de ansiedade na família, além do elemento genético, é um fator de grande risco para desenvolvimento dos sintomas. Essa presença pode colocar a pessoa, desde a infância, em uma dinâmica comportamental de tensões, apreensão e medo excessivo. Segundo a literatura especializada, são os parentes de primeiro grau das pessoas com transtornos os que mais desenvolver sintomas.

Ainda podemos colocar, como fatores de risco, cotidiano estressante, histórico de humilhações, traumas físicos ou psíquicos graves, bullying na infância e outros transtornos, como o transtorno de pânico ou a fobia social.
Sintomas do transtorno de ansiedade

Elencamos alguns dos principais sintomas da ansiedade em uma lista para você. Vale pontuar que os sintomas podem ser psicológicos ou físicos.

● Ataques de pânico e crises de ansiedade
● Inquietação e dificuldades de concentração
● Fadiga recorrente
● Distúrbios do sono
● Irritabilidade
● Preocupação e medo excessivos
● Descargas de adrenalina
● Tremedeiras e dores pelo corpo
● Abuso de substâncias (em alguns casos)
● Náuseas e tontura recorrentes
oito passos para viver uma vida com mais significado